SEDA PURA

2001 - UNIVERSAL MUSIC - CD (73145864412)
Uma produção: Universal Music
Idealizada por Simone e dirigida por Guto Graça Mello
Direção Artística: Max Pierre
Gerência Artística: Ricardo Moreira
Produção Executiva: Carmela Forsin
Assistente de Simone: Melina Macca
Assistentes de Guto Graça Mello: Celso Lessa e Marinella Galvão

Gravado no Blue Studios (RJ) - junho e julho de 2001, por Sérgio Ricardo

Assistentes:Alexandre Maurelle, Anderson Trindade e Renato Cesar
Gravações adicionais: Marcelo Load e no Battery Studios( NY), agosto de 2001, por Ben Faccone
Faixa 7 gravada e mixada no Blue Studios, por Sergio Ricardo
Assistente: Anderson Trindade
Mixado no Battery Studios (NY), por Ben Faccone
Assistentes: Richard Tapper e Rowie Nameri
Masterizado no Bernie Grundman Mastering (LA), por Bernie Grundman

Fotos de J.R. Duran
Assistente: Leonardo Donaire
Maquiagem e Cabelo: Duda Molinos
Figurino: Cinthia Kiste e Betina Bernauer

Projeto Gráfico: Pós Imagem Design
Direção de Arte: Ricardo Leite e Rafael Ayres
Designer Assistente: Daniel Neves
Coordenação Gráfica: Gê Alves Pinto

Agradecimentos:
Agradeço aos músicos que me ajudaram a construir os arranjos das canções: Frejat, Ricardo Leão, Jurim Moreira, Fernando de Souza, Paulinho Galvão e Guto Graça Mello

Aos compositores das músicas inéditas: Carlinhos Brown, Frejat/ Dulce Quental, Samuel Rosa/ Rodrigo Leão, Zé de Riba/ Romildo Soares, pela feliz, intensa e nova inspiração.

E às inspirações de sempre: Toquinho e Paulinho da Viola, Mauricio Duboc e Carlos Colla, Dalto e Claudio Rabello

Bira (meu Birão), meu amigo, obrigada
A todos um beijo
Miltinho, darling, minha saudade...

Compartilhe esta página:
Suave esta noite
de scotch
Vem vindo na luz
Teu recorte, cansada
Vivendo em paz

O salto alto jogado
Sem par
O batom no cigarro
Você vestida de seda pura
Invisível, passeia

Longe de mim
Te percebo
Dona de si
Em segredo

Vivendo a paz

Arranjos e Teclados: Marcio Lomiranda
Voz e Violão: Frejat
Bateria: Jurim Moreira
Bass: Fernando de Souza
Cello: Jacques Morelenbaum
Percussão: Mingo Araújo

O laço de seda fecha o cofre
O selo prende a carta ao dono
O choro esconde a dor do golpe
E a reza nunca engana o sono não

O sol acorda
O gelo tem que derreter
A noite desce
Que é pra o dia aparecer

Vou levar a vida inteira pra entender
Que mesmo só, eu faço parte de você

O cabo é que comanda a faca
O carro é que dirige o homem
O pombo é parte da estátua
Um garfo só não mata a fome, não

Não vou negar aquilo que eu já disse a mais
Você se engana
E eu só quero ficar em paz

Vou levar a vida inteira pra entender
Que mesmo só, eu faço parte de você

O dente é parte da comida
Em uma concha cabe o mar
A volta para uns é ida
E o mais difícil é amar

O sol acorda
O gelo tem que derreter
A noite desce
Que é pro dia aparecer

Vou levar a vida inteira pra entender
Que mesmo só, eu faço parte de você

Arranjos e Teclados: Marcos Lomiranda
Bateria: Jurim Moreira
Violão e Guitarra: Paulinho Galvão
Bass: Fernando de Souza
Órgão: Ricardo Leão

Vê-la num largo, largo longo, ê, ê
Sinto-me teu mi
Traz aquilo que busco lá longe
Ia no bar e vi
Dia nublado, Neblon, ê, ê
Pra dissecar malhas claras
Água de chuva e sangue
O que será nossas caras?

Não sei de que vai, mas sai
Fala fulô, proesia...oa
Seja dique e vá nadando
Fala fulô, proesia, iê
Ouço os sinos repicando
Fala fulô, proesia... e não
Não escute e vá andando (rezando)
Fala fulô, proesia,

Pray I, I want
Ai, I want pray

Arranjo, Programação de bateria e Teclado: Marcio Lomiranda
Bass: Fernando Souza
Violão e Guitarra: Paulinho Galvão
Percussão: Mingo Araújo e Sidinho Moreira

Quanto tempo, não sei dizer
Tanta mágoa, não sei contar
Só me lembro da solidão que passei
Quando vi meu castelo desmoronar

Muito embora eu esteja
Com saudades de um beijo
Minha vida é melhor assim
Esperando o momento
De viver novamente
O amor que restou em mim

Você disse que não
Voltaria jamais
E pra não esperar
Seu perdão
Hoje eu tenho razões pra duvidar
Das promessas que você faz

Pra não ser enganado
Trago o peito fechado
Quero apenas viver em paz
Nosso amor é passado
Logo é caso encerrado
E não dá pra voltar atrás

Violão: Carlinhos 7 Cordas
Bass: Fernando de Souza
Percussão: Esguleba, Pirulito e Jaguara
Pandeiro: Marcos Suzano
Teclados: Ricardo Leão

Sem amor, sem ninguém
Sem nenhum, sem cem
Sem bondade, sem maldade
Sem saudade, sem alguém
Sem agora, sem passado
Sem futuro, sem presente
Sem memória
Sou www.sem
Sou www.sem

Sem sim, sem não
Sem baião, nem de dois
Sem tom, sem som
Sem batom, sem cachaça
Sem graça, sem dó
Sem pó, sem pirraça
Sem feijão, sem arroz
Sem teto, sem chão

É o w do w do w ponto plugado
E nesse jogo inventado
Eu fico sem ponto sem

Sem amor, sem ninguém
Sem Rimbaud, sem cem
Sem queijo, sem rato
Sem beijo, sem Lacan
Sem Freud, sem manhã
Sem sina, sem menino, sem menina
Sem karma, sem cama, sem drama, sem gasolina
Sem comédia, sem a mídia, sem a média
Sou ponto sem, sem cem
Sem sol, sem Uol
Sem anzol, sem mar, sem lar
É o w do w do w ponto plugado
E nesse jogo inventado
Eu fico sem ponto sem

Sem verbo, sem advérbio
Sou transitivo direto
E nesse verbo de amor e de paixão
Tão só, tão, tão
Tão só, tão, tão
Tão só, tão, tão
Tão só, tão, tão
Tão só

Pandeiros: Marcos Suzano
Guitarra: Paulinho Galvão

A gente inventa qualquer coisa
Pra não sofrer
E ri à toa
Pra não chorar

A gente inventa de morar até na lua
E quer partir de mala e cuia
A gente vive em edifício de elevador
Quer morar no céu ou no Arpoador

E ri à toa
Pra não chorar

A gente sonha, bebe e chora para esquecer
Rasga cartas e retratos pra não sofrer
A gente sai pra viajar, pra caminhar
Quer trabalhar pra não lembrar

A gente não quer encarar o bicho
Que tá roendo dentro de nos
A gente inventa qualquer coisa
Pra ser feliz
Se apaixona por um ator
Ou por uma atriz

E ri à toa
Pra não chorar

Teclado:Ricardo Leão
Bateria: Cesinha
Bass: Cavalo
Triângulo e Zabumba: Marco Lobo

Sanfona: Chiquinho
Mas se um dia eu chegar
Muito estranho
Deixa essa água no corpo lembrar
Nosso banho
Hum! Mas se um dia eu chegar
Muito louco
Deixa essa noite saber que um dia
Foi pouco

Cuida bem de mim
E então misture tudo
Dentro de nós
Porque ninguém vai dormir
Nosso sonho
Minha cara pra que
Tantos planos
Se quero te amar e te amar e te amar
Muitos anos
Tantas vezes eu quis
Ficar solto
Como se fosse uma lua a brincar
No seu rosto

Teclados: Ricardo Leão
Percussão: Mingo Araújo
Baixo: Fernando de Souza

Antes de abrir os olhos, devagar
Antes do meu corpo espreguiçar
Antes de pular da cama e
escovar os dentes
Antes do primeiro pensamento decente
 
Que palavras eu direi quando minha
boca se abrir
Que sentimentos no meu coração
passarão a existir
Com quem eu sonhava, profundamente,
antes de acordar
Quando as idéias começaram a embaralhar

E se eu escolher que na fogueira
queimarei
Se eu voltar pra cama e me enrolar
nos lençóis
Se eu encontrar o gesto certo
e me mover
Se eu me jogar pela janela e não morrer

Antes do leite com café eu derramar
Antes de me demorar nos jornais
Antes de sentir o mundo preso
na garganta
Antes de saber que não adianta

Bateria: Jurim Moreira
Bass: Fernando de Souza
Violão e Guitarra: Paulinho Galvão
Guitara solo: Frejat
Teclado: Ricardo Leão

No colo do firmamento vivo
No andar da mão
Ha flores quando o jarro é a esperança
Sei de moça espinho

Olha lá
I love you

Não serve de longe
Para perto ao peito vem
Teu ar me arde
Vives na lembrança, sol a pino

I'm falling in love
Hawaii e you

Amo teu olhar
Teu dom de encantar
Dona cachoeira enladeira
Minha estrela popular

Onde o amor chegar
Há um violão
Mão de amar, me dá
Me leve além de lá

Hawaii e you
Hawaii e you
Hawaii e you
Hawaii e you

Violão: Guto Graça Mello
Bateria: Jurim Moreira
Bass: Fernando de Souza
Guitarras: Paulinho Galvão
Guitarra Still: Rick Ferreira
Piano Elétrico: Ricardo Leão
Percussão: Mingo Araújo

Falando sério
É bem melhor você parar
Com essas coisas
De olhar pra mim
Com olhos de promessa
Depois sorrir
Como quem nada quer

Você não sabe
Mas é que eu tenho cicatrizes
Que a vida fez
E tenho medo de fazer planos
De tentar e sofrer outra vez

Falando sério
Eu não queria ter você
Por um programa
E apenas ser mais um na sua cama
Por uma noite apenas e nada mais

Falando sério
Entre nós dois
Tinha que haver mais sentimento
Não quero seu amor por um momento
E ter a vida inteira pra me arrepender

Violão: Marco Pereira
Cello: Jacques Morelenbaum